sábado, 17 de março de 2012



Não sei como dizer-te por palavras...

é um nó na garganta que me comove ao pensar-te

é um arrepio arrebatador que me leva o medo.

Nunca soube explicar essa luz intensa e silenciosa

que emanas do meio do nada quando o nada impera

às vezes não sei dizer-te por palavras...



23 comentários :

João Menéres disse...

Cá estou eu, RUTE, para te dizer o habitual :
BELO POEMA !

Um beijo.

Rui Pires - Olhar d'Ouro disse...

Maravilhoso poema Rute e... um show de foto! Maravilhado!

Bjs e bom fim de semana

A.S. disse...

Rute,

Não são precisas palavras... tudo se revela na luz dos teus olhos!

Beijos,
AL

La sonrisa de Hiperión disse...

Preciosa esa vista a través del árbol...

Saludos y un abrazo.

mfc disse...

Mas disseste-o...
Disseste-o por palavras e disseste-o através da linda foto que nos trouxeste.

Como é bom poder passar por cá!!
Beijinhos.

Fábio Martins disse...

O sol que rompe pelos obstáculos à nossa frente. Ou seja, LUTA SEMPRE :) *

CR disse...

... e que bom é quando não sabes dizer... porque é assim que fazes coisas lindíssimas como esta.
Beijo.

Fabricio K. Ramos disse...

Não sei o que é mais bonito, o poema ou a fotografia. Para mim, ambos são complementares...

Sandra disse...

às vezes os silêncios do olhar dizem mais que mil palavras.
Lindo post e belo espaço o teu. Voltarei...
Beijinho

Rute disse...

Obrigada JOÃO, o facto de gostar do que eu escrevo e vir aqui dizer-mo tantas vezes, é um grande incentivo para eu continuar...:)

1 beijo

Rute disse...

Rui

...assim fico toda babada...:) Muito obrigada

1 beijo:)

Rute disse...

AL

Há sempre poesia nas tuas palavras...Obrigada:)

1 beijo

Rute disse...

La sonrisa de Hiperión

muito obrigada pela tua visita e pelas tuas palavras.

Volta sempre:))

Abraço

Rute disse...

mfc

será?...é bom saber que gostas de passar por cá...:))

1 beijo

Rute disse...

Fábio

Aí está uma possível interpretação!

1 beijo:)

Rute disse...

CR

Obrigada pela tua visita e obrigada pelas tuas palavras...sabe muito bem ouvir um elogio assim...:)

1 beijo

Rute disse...

Fabricio

...muito obrigada pelas tuas simpáticas palavras!

1 beijo:)

Rute disse...

Sandra

Sê muito bem vinda aqui à Efémera e volta sempre que queiras.

* E ainda bem que gostaste:))

1 beijo

Remus disse...

Para a Rute não o saber dizer por palavras, então é sinal que a coisa é mesmo muito séria e difícil.
;-)

A fotografia está linda e mais uma vez, lá vieram as tais palpitações estranhas no ventrículo direito.

IRIS disse...

tão belo que até faz medo, Rute. o bem que tu escreves...

outro beijo

Rute disse...

Remus

...pois é...eu que me farto de falar! mas olha que também me acontece muitas vezes ficar sem palavras...

* Acho que devias marcar uma consulta para um cardiologista...já ando a ficar preocupada contigo!

1 beijinho;))

Rute disse...

Iris

Tenho que confessar que fiquei vaidosa com o teu comentário...principalmente porque eu sinto exactamente o mesmo em relação à tua escrita, com a (tua) vantagem que consegues dizer numa curta frase o que eu digo em 20 ou 30!

1 beijinho:)

Rute disse...

Remus

...pois é...eu que me farto de falar! mas olha que também me acontece muitas vezes ficar sem palavras...

* Acho que devias marcar uma consulta para um cardiologista...já ando a ficar preocupada contigo!

1 beijinho;))