quarta-feira, 28 de março de 2012

Como quem vai...


Como se pudesses simplesmente partir, como quem  vai!

Como ir quando todos os teus humores convergem para mim?

E se hoje trazes a escuridão nos olhos é apenas por ser hoje

eu sei tão bem as tonalidades do teu riso de amanhã...

Sei a textura dos teus dedos de sempre no âmago da minha alma.

Nesse teu partir enches-me de certeza de que plenamente ficas 


17 comentários :

João Menéres disse...

Um belíssimo poema de AMOR !

Quem me dera escrever desse teu jeito, RUTE !

Um beijo.

mfc disse...

Só se escreve assim tão lindamente quando o sentimento acompanha a nossa palavra.
É muito reconfortante saber-te assim feliz!
E aquelas nuvens lindas aproximam quem tem saudades!
Beijinhos.

Clarice disse...

as certezas da alma...escritas por ti, Rute!

Remus disse...

Ver esta fotografia revolta-me as entranhas.
Como é possível a Rute já ter feito esta fotografia, e eu, nem nunca lá andei perto?
Amuei!!!
Até já estou a fazer beicinho.

Marco C. disse...

bonito céu bem acompanhado pelo texto. ou vice-versa :)

Lacorrilha disse...

Adorei o céu, mas adorei ainda mais as palavras. Que poema!

ZEKARLOS disse...

Uma imagem que vale por... 65 palavras.
Muito bom. bjs

João Mourão disse...

O que mais gosto, para elém do poema e do céu, é aquele contra luz da árvore. A magia da fotografia associa a grandeza do céu à fortaleza da árvore. Demasiado grande, e demasiado forte. Muito bom.

Rute disse...

João

Muito obrigada...e ainda bem que gostou:)

1 beijo

Rute disse...

mfc

" O poeta é um fingidor, finge tão completamente que chega a fingir que é dor a dor que deveras sente..." Conheces este, de certeza...não que eu me considere poeta, não que esteja a fingir...apenas quero dizer que o que escrevo nem sempre é exactamente aquilo que estou a viver ou a sentir no momento em que escrevo...a poesia dá-nos esta liberdade de podermos sentir exactamente aquilo que nos apetece...;)

* muito obrigada pelas tuas palavras

1 beijo:)

Rute disse...

Clarice

As (in)certezas da alma...;)

1 beijinho

Rute disse...

Marco

Obrigada pela tua visita e...sabe muito bem saber que gostaste:))

1 beijo

Rute disse...

Lacorrilha

Gracias...gosto de saber que gostas, sabe bem:))

1 beijo

Rute disse...

ZEKARLOS

...e não é que são mesmo 65 palavras?!...é que eu fui lá confirmar;)

* Ainda bem que gostaste...sabe bem;))

1 beijo

Rute disse...

Remus

Não sei como, tinhas-me escapado aqui na lista dos comentários...mas ainda venho a tempo:))

* Fazes-me sempre rir com aquilo que escreves:))) Ora então nunca fizeste uma fotografia destas?! Pois eu nunca me lembro de te ver fotografar o céu quando ele está de mau humor...é por isso que não tens fotografias assim, simplesmente porque não vais para a rua, nos dias maus, carregar no botãozinho da máquina...;) . Vá, agora já podes 'desfazer' o beicinho...

1 beijinho:)

Rute disse...

João Mourão

Obrigada pela tua visita e pelas tuas palavras, foste muito generoso com elas...Também gostei particularmente do contra-luz na árvore:)

1 beijo

Sérgio Pontes disse...

Gosto dos tons do Céu