quarta-feira, 21 de novembro de 2012

Semi-abstracto ...




A minha paixão pela fotografia é a cada dia maior. Sempre tive o gosto de tentar eternizar os momentos através da imagem fotográfica, mas o costume, apenas as fotografias das férias, da família, dos amigos... Não sei como começou a verdadeira paixão, a chama, mas sei que foi por aqui, pela blogosfera que comecei a deleitar-me com fotografias que nunca imaginara existissem, ou pelo menos que nunca me haviam prendendo assim a atenção.
Depois ofereceram-me uma máquina fotográfica melhorzinha e agora não a largo mais. Só me falta agora aprender a fotografar com alguma técnica, porque ainda não peguei sequer no livro de  instruções da dita máquina...só completamente ignorante nestas lides, porque nunca arranjo tempo para me dedicar! Por enquanto, fica simplesmente a paixão...aquilo que vou aprendendo com o que vejo nos vossos cantinhos e claro está, com as lições por módulos do Remus ;)


29 comentários :

Marina Linhares disse...

Rute, o que vemos nas suas imagens saem de dentro do seu olhar e coração, isso é o que importa. Daí em diante é aprendizado, aperfeiçoamento. Gosto das fotos que saem "do nada" e que por muitas vezes "são tudo".
Continue apaixonada pela fotografia, é uma TERAPIA e tanto.
Bjs.

Cláudio José Gontijo disse...

Rute

Sou um Biólogo e Professor brasileiro. Estou divulgando, de forma aleatória, o blogue Ver de Vida. Visite-o se assim desejar.

Felicidade em sua jornada.

lis disse...

Também me apaixonei pela Arte de fotografar , só falta aprender .
Gosto de apreciar os amigos clicando.

ZEKARLOS disse...

Eu sei o que estás a passar em relação à fotografia, essa paixão, essa forma de podermos olhar para além do que se vê, esse prazer enorme. Acho que tens tudo para conseguires, mesmo sem formação, algo de muito bom com o teu olhar e sensibilidade. A prova disso é esta grande foto que aqui tens. Força e continua sempre a clicar. Bjs

Rui Pires - Olhar d'Ouro disse...

Imagem fantástica, soberbo o des(alinhamento) presente...
Bjs

Existe um Olhar disse...

Revejo-me nas tuas palavras. A paixão pela fotografia é quase uma doença boa e não há dia nenhum que não saia com a máquina vá para onde for. Já fiz alguns workshops, mas sinto que muitas das que saiem é por pura intuição e coloco a técnica um pouco de lado. Claro que ver as dos outros serve-me de lição, as do Remus inclusivé, mas sinto que me falta sempre qualquer coisa e sonho, sonho muito com o dia em que me possa tornar uma fotógrafa razoável? Será isso importante? Tu por exemplo tens aqui uma foto maravilhosa.
Beijinhos Rute

Fábio Martins disse...

Tu não precisas de pegar no livro de instruções da máquina Rute, basta ires arranjando um tempinho por semana e "brincares" um pouco com ela.. acredita que aprendes mais do que folheares o manual :)
E já agora... sabendo ou não de fotografia, tens aqui fotos muito bonitas! *

Pearl disse...

As paixões são para ser vividas!
Vive essa sem medos!


beijos

Lacorrilha disse...

Eu nunca peguei no livro de instruções da minha máquina, aprendi sozinha a mexer com ela e ainda hoje vou aprendendo. Tenho que admitir que também me inspiro imenso nalguns blogues, mas isto é mesmo assim, certo? Inspiramo-nos uns nos outros.
Beijocas

Remus disse...

O seu maior problema, é não ter arranjado um professor de arte fotográfica de jeito. Anda a perder tempo a tirar essas lições por módulos com esse charlatão do Remus, se calhar até anda a pagar uma pipa de massa e é lógico que isso nunca vai dar grandes e excelentes resultados.

Como alguns já disseram, o grande segredo é seguir a sua intuição e não parar de experimentar e de fazer coisas novas. Porque aprendemos muito mais com os nossos erros, do que com essas aulas por módulos do Remusinho.
;-)

Kaipiroska disse...

Rute, técnica não é tudo. É preciso saber fotografar com olho e sentimento e isso não te falta, ainda mais sempre complementado com palavras tão doces e sábias :)

Gunnar H. disse...

Very nice and artistic!

Maria Emilia Moreira disse...

Olá!
Esta foto está super interessante.
Penso que o livro de instruções pode ter muito préstimo, mas melhor que isso é ter "olho clínico" e sensibilidade. Um abraço.
M. Emília

Rute disse...

Marina

é verdade sim, fotografar com gosto é uma verdadeira terapia, o teu blogue tem um nome muitíssimo bem escolhido.
Obrigada pelas tuas palavras de incentivo:)

1 beijinho e 1 bom fim-de-semana

Rute disse...

Cláudio

Muito obrigada e felicidades também para si:)

Rute disse...

lis

as tuas fotografias são lindíssimas...passei no teu blogue e fiquei encantada...já não tens muito para aprender;)

1 beijinho

Rute disse...

ZEKARLOS

Muito obrigada pelas palavras que aqui me deixaste porque elas são muito importantes para mim. Sabes que és um dos fotógrafos que eu mais admiro por isso fico feliz por teres alguma 'fé' em mim...;)

1 beijo

Rute disse...

Remus

foste tu o 1º a chamar-me a atenção para a linha do horizonte inclinado...era coisa que nem me ocorria...os teus ensinamentos têm-me ajudado imenso.

..então tenho um grande problema com as minhas fotografias?..."e é lógico(...)que nunca vai dar grandes e excelentes resultados". Sim senhor, isso é que é acreditar nesta sua discípula, sr Remus...;

1 beijinhinho...mas amuei:(

Rute disse...

Rui

Ainda bem que gostaste:)

1 beijo

Rute disse...

Manu

Tu tens excelentes fotografias...eu pelo menos gosto sempre delas. Mas percebo-te, existe sempre em nós um desejo enorme de melhorar, mas o mais importante mesmo é a paixão de fotografar.

1 beijinho e 1 óptimo fim-de-semana:)

Rute disse...

Fábio

Acho que devemos procurar sempre saber mais sobre daquilo que gostamos, mas concordo contigo quando dizes que temos de ir fazendo experiências;)

1 beijo

Rute disse...

Pearl

Pois têm!

Obrigada pela visita

1 beijinho:)

Rute disse...

Lacorrilha

Tu és especial, as tuas fotografias são únicas e eu reconhece-las-ia em qualquer parte do mundo. Se aprendeste tudo sozinha ainda admiro mais o teu trabalho! Já percebi que fazes parte de uma família de artistas:))

1 beijinho

Rute disse...

Kaipirosca

Fico contento por teres vindo e teres deixado a tua opinião que muito conta para mim:))

...técnica não é tudo mas é muito importante...;)

1 beijinho

Rute disse...

Gunnar

Thanks... :))

Rute disse...

Maria Emília

Muito obrigada pela sua visita e pelas suas palavras de incentivo:)

1 beijinho

L.Reis disse...

Ah pois...a técnica...essa é a parte fácil, porque essa pode-se sempre aprender...difícil, difícil é a intuição, a sensibilidade, "o golpe de asa", porque isso não vem em nenhum livro de instruções...E depois há o gozo, o enorme prazer de fotografar, isso também não se aprende. As boas fotografias têm uma alma própria onde a técnica por vezes não faz diferença nenhuma. (Quantas fotografias já vi, tecnicamente perfeitas, e que nem um piscar de olhos me provocaram)
Mas também sei que quando se gosta de fotografar, queremos sempre fazer mais e diferente e alguns conhecimentos técnicos podem ajudar a concretizar o que queremos mostrar.
Seja como for, tu já tens o mais difícil e um dia a pachorra virá...
Beijo grande
PS: até me ia esquecendo de dizer que este reflexo está espetacular!!!

Rute disse...

Lina

Estive a ler-te com muita atenção e agradeço este pedaço de tempo que 'perdeste' a falar comigo:)) Estava a precisar...muito obrigada...

1 beijinho grande:)

Remus disse...

O problema é mesmo esse. É ser minha discípula. Acho que tem que arranjar um mentor muito melhor, só assim é que vai ter grandes e excelentes resultados de uma forma mais consistente.
:-P

Mas Rute já teve grandes e excelentes resultados, os quais eu assinalei nas respectivas fotografias, mas também acredito que não tive nenhum impacto nessas fotografias. Elas foram realizadas exclusivamente com o grande mérito da Rute. Até porque, todas elas foram realizadas com técnicas que nunca tinha falado em nenhum "módulo".