quinta-feira, 15 de novembro de 2012

...




Fotografia e texto de Pedro Saraiva


Os tempos não estão fáceis. Os momentos para sentir e escutar, simplesmente desapareceram e a delícia pelos detalhes deixou de fazer qualquer sentido.
O normal, são cada vez mais as pessoas de superfície… aparecem mas depois vão-se, invaria

velmente. Algumas até dizem coisas, mas quase sempre não passa disso mesmo, de coisas… E mostram interesse apenas nos assuntos, nos lugares…
E tudo porque depois de aparecerem, algumas dessas pessoas, velhas ou novas… limitam-se a reproduzir pelas palavras algumas das suas ruminações e impulsos mais persistentes e primários.
Têm sempre qualquer reflexão ou teoria nova, muitas vezes relacionadas com redes tecnológicas e novidades virtuais. Ou então fazem-se transmissores de alguma informação de fazer furor, algo de privilegiado, de última hora. Enfim...
Os tempos não estão realmente fácei
s.



* Como podem ver, este post de hoje não é meu, absolutamente nada do que aqui está é meu, só mesmo o amor e admiração que sinto pelo meu irmão Pedro Saraiva






8 comentários :

Clarice disse...

... já somos duas...

*tão raro encontrar que sabe dizer, mesmo!

beijo aos manos:)

Remus disse...

Se nada é seu... então até nem digo nada, porque o "mano" não é como a "mana" e pode fazer-me uma espera e dar-me uma carga de porrada.
:-)

questiuncas disse...

Já estou a ver que a Rute tem a quem sair, ou será que o irmão Pedro é que tem a quem sair.

Existe um Olhar disse...

Estilos diferentes de escrever e fotografar, mas o mesmo talento da mana e do mano.

Beijinhos Rute

teca disse...

Tem genética na história: talento!

Beijos e flores.

Marina Linhares disse...

Tal mano tal mana... O DNA não deixa dúvida.
Os dois são perfeitos no que escrevem e fotografam.
Bjs.

L.Reis disse...

Mas nessa família não haverá assim uma ovelha...não digo negra...mas cinzenta, cinzenta já era bom...assim alguém que não tenha jeitinho para nada e nos dê algum descanso??? :):)

Beijo à mana e ao mano pelo seu verde-pensar.

Rute disse...

A TODOS

Os meus sinceros agradecimentos:)

REMUS

Podes ficar descansado que o meu irmão é pacifico;)


QUESTIUNCAS

Visto que ele é um ano mais velho do que eu, terei de ser eu a sair a ele;))


LINA

Assim de repente não me lembro de ninguém...;)

Beijinhos e abraços para todos:)