sexta-feira, 8 de abril de 2011


Eu sou apenas breve ondulação 
que serpenteia caminhos...  

10 comentários :

ZEKARLOS disse...

...e deixas a tua marca a cada centimetro quadrado, muito bom.

Ps: aquela janela e no Panteão Nacional. Bjs

Helder Ferreira disse...

Pelo aspecto da cerca na fotografia, de vez em quando há uns "poços de ar" nessa ondulação. :)

Gostei. :)

Rute disse...

ZEKARLOS

...consegues ver as minhas pegadas?....;)

Ah...aquela janela é no Panteão Nacional...não ia lá...

1 beijo:)

Rute disse...

Helder

Quando li 'poços de ar' até fiquei com suores frios...nem sabes os sustos que já apanhei à conta deles :( ... Portanto digamos que é uma ondulação sem poços ;)

1 beijo:)

Remus disse...

Não vou dizer que gosto da fotografia, porque já sabe que sim.
:-)
Vou é acrescentar que esta fotografia em preto e branco, tem a potencialidade para roçar a perfeição fotográfica. Pelo menos é essa é a minha modesta opinião.
:-)

L.Reis disse...

ainda bem...encontramo-nos na próxima esquina, aquela onde desagua a quietude do dia.

Rute disse...

Remus

Obrigada pelo teu comentário:)).
Hei-de experimentar o efeito do P&B.Vamos ver é se as tonalidades saem bem...

1 beijo:)

Rute disse...

Lina

Essa tua frase ficou-me...'aquela onda desagua a quietude do dia'...és uma poetiza!

1 beijinho

Unknown disse...

Que frase e que imagem maravilhosas, Rute! Tens o meu voto no Flinpo :)

Rute disse...

Ana Flora

Muito obrigada pela visita e pelas tuas palavras.

Volta sempre:)