sexta-feira, 16 de outubro de 2015



Estou cheia de saudades da Sofia!


Ainda ontem me despedi dela...ó mãe, não vais chorar, pois não? e eu já coma as lágrimas do lado de fora dos olhos a escorrerem cara abaixo...mãeeeee, são só uns meses!!! eu sei filha, mas vai-me custar tanto...dá-me cá mais um abraço! E lá vem a Sofia com ar maternal  animar a mãe, que parece uma criança... é verdade, sou mesmo assim, mãe galinha, queria tê-las às três ao pé de mim! E vai mais um abraço...Filha, se não gostares, vem-te embora, podes vir-te embora quando quiseres, já sabes!
Levas a bomba da asma? Olha que em Inglaterra as mudanças de temperatura de casa para a rua são muito grandes! Sim... Levas um casaco bem quente? Sim...Como é que eu vou falar contigo? Pelo Menssager, Chat do Facebook... Ai mãe, até parece que vou para a guerra! São só alguns meses!!! Mas se depois, arranjar lá um bom emprego, não hesito em ficar, vai-te habituando...

E é assim, os filhos nascem de nós, são o nosso prolongamento nesta vida, damos-lhes todo o amor e carinho, tentamos  proporcionar-lhes o tipo de vida que achamos que será o mais saudável e que os poderá fazer mais felizes e depois...(muito mais haveria para dizer, mas fico-me pelo seguinte item:)
se querem emprego têm que ir para o estrangeiro, porque cá os nossos políticos não os querem, não lhes dão condições, não há trabalho e quando há é mal pago, sem contrato, muitos sem ordenado base e são explorados indecentemente .
O número de desempregados baixou! Pois claro, tiveram que sair do país... e depois vêm dizer que é preciso aumentar a natalidade, que Portugal só tem 1,2 filhos por casal. Que estranho, não é?!!!! Porque será? Ele há coisas neste país que não se conseguem compreender...

4 comentários :

Remus disse...

Mas olhe a boa parte da coisa. Com uma low cost, agora tem um motivo e é mais fácil de ir passear a Londres e ao mesmo tempo, matar saudades da filhota. E além disso, mais meia dúzia de semanas, já é Natal e ela está de volta.
:-)

Ana Pereira disse...

Boa tarde
Passei pelo teu cantinho para te dar a conhecer o meu modesto espaço de poesia.
Espero que gostes. Um abraço, Ana Pereira
http://almainspiradora.blogspot.pt/

Manu disse...

Compreendo muito bem o que sentes, também eu já passei pelo mesmo, mas a alegria das chegadas, as histórias que ouvimos atentas, as aventuras...tudo apaga essas lágrimas e como diz o Remus, um dia destes temos aqui neste blog fotos de Londres!
Desejo muita sorte para tua menina.

Beijinhos Rute

Ana Freire disse...

É o país que temos... feito à medida dos políticos e dos seus interesses... não das pessoas...
Mas tudo irá correr bem! E é uma oportunidade para a cachopa ver mais mundo... e outros horizontes e possibilidades... embora custe imenso, vê-los a sair pela porta...
E depois... ir a Londres... já não é tão difícil quanto isso, e dará para matar saudades, de quando em vez, Rute!... Ânimo!
Beijinhos
Ana