domingo, 26 de fevereiro de 2012

Estreia


Depois de ter mostrado à Rita os vossos comentários, ela disse : " Está bem, então vamos escolher as mais giras".  E aqui estão então algumas das suas fotografias, foi ela que fez a selecção para apresentar aqui na Efémera.

* Foi a sua estreia como "Fotógrafa"...








16 comentários :

teca disse...

Ah... Olhar de Rita é um olhar especial... gostei do ensaio. A primeira me encanta...

Beijocas para ela e para ti!
Bom domingo!

João Mourão disse...

Ora aqui está aquilo que todos já esquecemos. Como ficaram as nossas primeiras fotos? Agora a Rita, sem querer, ainda vai acabar por ensinar uma coisa à Rute. A Rita estava a fotografar com uma máquina sem viewfinder, e tem que olhar para um monitor e segurar a máquina de uma forma esquisita e pouco funcional, e por isso, as fotos que se notam ser zooms (ou crops) extremos, ficaram tremidos, mas a Rute tem uma máquina que a obriga a espreitar pelo viewfinder, mas está a pegar nela (até porque me parece estar a usar uma lente zoom) da pior forma possível, porque é a forma em que ela mais treme, e sofre o impacto do espelho a levantar. Não me leve a mal, mas procure manter os cotovelos junto ao corpo, olhe para a Rita, que não tendo qualquer noção, pelo menos nas suas fotos dela, segue esta regra. Agora muito a sério. A forma como se segura a máquina, influencia a qualidade da fotografia. Aqui é impossível, mas existem alguns videos no youtube que mostram como se faz para obter o máximo da nossa máquina, e algumas posições permitem até ganhar 1 ou 2 f-stops quando a luz é fraca. Bem isto já vai longo de mais. Força Rita e Rute, e obrigado pelos vossos comentários.

Pedro Alves disse...

Jeito ela tem... Dá para ver na última :)
Precisa é de uma máquina de jeito...

Eduardo P.L disse...

Obrigado pela visita! Foi muito bom conhecer seu blog! Volte sempre!

João Menéres disse...

A Rita deve seguir os conselhos do JOÃO MOURÃO !
E, numa selecção de meia dúzia de imagens, não devia ter escolhido duas do mesmo tema e feitas no mesmo local.

Beijos para a RUTE e para a RITA.

IRIS disse...

acaso ou não, as fotos da Rita são cheias de intenção, fator fundamental. um otimo princípio, portanto :-)
beijinhos para ambas

Rute disse...

Teca

Obrigada pela tua gentileza:))

Beijinhos para ti meus e da Rita

Rute disse...

João Mourão

As opiniões/sugestões/esclarecimentos de quem por aqui passa são muito importantes para mim porque é essa a única forma de eu aprender alguma coisa.
Na verdade eu só tiro fotografias por intuição, nunca peguei em nenhum livro sobre as técnica da fotografia, nem nunca vi nenhum video sobre o tema. Não conheço um único termo daqueles que referes no teu comentário, excepto 'zoom' e 'crop'. Esta minha ignorância não é por falta de interesse...é mais por falta de tempo! no entanto, e como escrevi num comentário à IRIS no post anterior, tenho imensa vontade de aprender mais, porque isto de fotografar é mesmo uma grande paixão.
Obrigada pelas dicas no geral e em relação à postura...mas penso que aquela minha lente é uma teleobjectiva e estava a fotografar umas flores que estavam muito altas, daí ter levantado tanto os braços...

Gostei muito do teu comentário porque foi muito construtivo e enriquecedor e obviamente que não foi longe demais...tenho aqui este espaço principalmente para aprender trocar opiniões e discutir ideias.
Eu é que tenho que te agradecer pela paciência que tiveste em dar todas estas explicações!

1 bj.

Rute disse...

Pedro

Esta não é assim tão má...ela é que ainda não sabe 'mexer' nela...têm que se conhecer melhor...e depois eu tenho três filhas, ora se cada uma quiser...estás a perceber o meu raciocínio, não estás?...;)

Obrigada pela visita e pela opinião.

1 beijo:)

Rute disse...

Eduardo

Gosto muito de visitar o seu blogue, acontece é que o tempo para comentar, às vezes não chega a todo o lado...mas passo por lá sempre.

Obrigada pela sua visita:)

1 bj

Rute disse...

João Menéres

Os conselhos do João Mourão foram excelentes e por isso mesmo, são para seguir.

* Em relação à selecção das fotografias, deixei inteiramente ao gosto pessoal dela, nem sequer me meti nisso...;)

Obrigada pelos beijos que, claro está, eu e a Rita retribuímos

Rute disse...

IRIS

É um principio, é essencialmente isso, um começo cheio de vontade e intenção, como dizes. O resto virá a seguir, com o tempo....

2 beijinho grandes para ti, 1 meu outro da Rita:))

Remus disse...

E quem é que fez os tratamentos. Por exemplo na última, uma vez que ela está em preto e branco?
Foi a R grande ou a R pequena? :-P

Uma coisa eu tenho a certeza, as minhas primeiras fotografias tiradas por mim, não ficaram tão bem como estas. Nestas, os enquadramentos estão muito bem pensados e até nota-se um cuidado muito especial com o uso da regra dos terços. Regra que provavelmente a Rita nunca ouviu falar, mas que a sua intuição fotográfica disse para aplicar. Isso quer dizer que ela tem a capacidade congénita de procurar e de criar uma fotografia por forma a que fique com a melhor harmonia possível.
Fiquei surpreendido pela positiva com este resultado.

Agora a Rita só tem que aprender a dominar melhor a máquina, para criar fotografias com um melhor nível de detalhe. Tem que aprender a mexer nas definições da máquina, por forma a encontrar as definições que dão melhores resultados para a situação em causa. Porque o resto da técnica ela já sabe. Pelos vistos está nos genes.
Parabéns!!

Rute disse...

Remus

Os tratamentos foram feitos a meias, ou seja, eu expliquei-lhe, que podia cortar aqui ali, que podia tornar as cores mais ou menos fortes e ao mesmo tempo ia demonstrando - aumentando e diminuindo a saturação, etc.- e ela ia dizendo, como gostava mais...Para a próxima já não me meto (tanto...).

Gostei da tua apreciação geral da 'coisa', foi de facto tudo muito intuitivo, nestas 1ªas fotos. Agora é necessário conhecer as potencialidades da máquina...eu própria tenho que fazer isso com a minha!

* Obrigada pelo teu comentário:))

1 beijinho

ZEKARLOS disse...

Muito bom resultado para uma primeira vez. A fotografia tem magia, faz-nos sentir bem ao olharmos para algo de uma forma diferente e muito pessoal. Eu acho que quando mais fotografarem melhor será o resultado final, treinar o olhar mesmo sem a câmera por perto é um excelente exercício. Bjs e não parem de fazer magia.

Rute disse...

Obrigada ZEKARLOS, pelas palavras que aqui nos deixas...penso que é o facto de olharmos para as coisa que nos rodeiam, de maneira diferente, que nos deixa essa vontade de fotografar...e vice-versa, é uma espécie de pescadinha-de-rabo-na-boca

1 beijo:)