sábado, 11 de janeiro de 2014

Do azul...




Os meus olhos
demoram-se
nas tuas mãos 
em lembranças 
de quando o sol
se punha exibindo-se
para as gaivotas
e para nós... 
agora resta-me 
o azul 
das águas tépidas
 uma remota recordação...


7 comentários :

Manu disse...

Caso para dizer que os meus olhos demoraram-se a contemplar esta bela foto.
Os tons são de uma suavidade encantadora.
Adorei mesmo!

Beijinhos Rute

ZEKARLOS disse...

Gosto de todo o movimento deste post. Bjs

Remus disse...

Este azul tom de criança, enche-nos os olhos e a alma.
Este movimento das ervas e das flores, hipnotiza-nos.
Estas palavras, deixam-nos o coração mais apertado.

Questiuncas disse...

Até parece que sinto o vento a bater-me na cara. (não bebi nada, nem experimentei qualquer substância proibida)

Kaipiroska disse...

ohhhh Rute, gosto tanto! Está mesmo ao meu gosto toda esta imagem :)

Lacorrilha disse...

Mais uma fotografia que mais parece uma pintura. Que linda.

teca disse...

Precioso demais!!!

Beijo.