quarta-feira, 22 de janeiro de 2014

Cenas do quotidiano ...


... não vai ser por falta de meias que a coisa vai correr mal...;)

14 comentários :

Rute disse...

Meus amigos, não estou a conseguir comentar alguns blogues : da Kaipi, do Marco, do João Menéres da Lacorrilha, etc. Vou tentar resolver o problema, entretanto desculpem lá o mau jeito

Beijinhos

Manu disse...

Entretanto venho aqui perguntar se a senhora aceita encomendas, é que tenho aqui um cesto delas que precisavam dumas mãos habilidosas.
Um bom momento do nosso quotidiano, embora sejam raras as pessoas que façam isto, vai tudo para o lixo e há sempre um chinês perto de si :P

Beijinhos Rute

Rute disse...

...ela já não chega para as encomendas e depois não está a cose-las, só está a tentar juntar os pares porque as rotas, lixo com elas...;)

1 beijinho

Lacorrilha disse...

Adoro. Já me estás a inspirar, tenho que apanhar a minha avó numa dessas cenas caseiras.

Em relação aos comentários no meu blogue, estás mais do que perdoada, mas espero que isso se resolva porque os teus comentários fazem-me sempre falta.

Beijinhos

Questiuncas disse...

Prontifico-me a ajudar a escrava das meias mediante uma modesta retribuição.
Só uma pergunta, as meias estão totalmente isentas de chulé?

Remus disse...

Estou a ver que já não existem mulheres como antigamente. Estou ver que já ninguém sabe remendar meias. E estou a ver, que já ninguém possui/usa um ovo de costura, para coser as meias.
O que é feito das mulheres prendadas?!
Este pais está perdido. Já não existem heroínas...
:-D

Rute disse...

Lacorrilha

Estas cenas não têm preço...:)

Quanto à dificuldade de deixar comentários em alguns blogues tem a ver com uma qualquer avaria no rato do computador, penso eu. Vou ter que pedir ajuda a alguém que perceba disto.

Beijinhos:)

Rute disse...

questiuncas

Estão completamente isentas de cholé, isso posso garantir...a dificuldade mesmo é encontrar os pares da mesma cor...;)

1 beijo

Rute disse...

Remus

POis fica sabendo que eu tenho um desses ovos de madeira para coser meias...mas nunca o uso, era da minha mãe ou da minha avó. Meia rota, lixo com ela que não há tempo para coseduras!

P.S - Não te esqueças que as heroínas muito antigas tinham grandes barbas e bigode...

1 beijo

Clarice disse...

Vamos por partes... :)
Parte um: existem heroínas de hoje sem barba e bigode
Parte dois: sei coser meias e com ovo de madeira e tudo
Parte três: oh Rute... vai chamar o yanneck :) e conta-lhe, como só tu sabes contar, aquelas histórias da Maria dos S, que nos fazem fazer sorrir em sintonia noite dentro... :)

L.Reis disse...

Deve ser daqui que vem a expressão "não estar com meias medidas..." sim que as meias sempre foram uma má companhia e tendem a andar aos pares e depois tb têm a mania de perder o par e a gente que se amanhe...nã...para mim só collants por via das dúvidas.
(Bela cena esta!)

Rui - Olhar d'Ouro disse...

Foto pouco comum... Por esse motivo te dou os parabéns Rute!
Adorei!
Bjs e boa semana

Kaipiroska disse...

oh Rute, o que me fizeste lembrar. Esta era uma das minhas tarefas quando vivia em casa dos meus pais - juntar e dobrar as meias da família :)

Kaipiroska disse...

ohhhh Rute, já conseguiste resolver o problema dos comentários? Este blogger realmente às vezes dá-lhe para esse tipo de coisas.