terça-feira, 12 de fevereiro de 2013

Loneliness





Mas espera, eu tenho comigo o meu cão e partilho-o contigo nesse banco gelado onde também  me deito, ouve, ele aquece-me os pés e já podes ver que é diferente, é outra situação, não há palavras, só o calor do pêlo, o olhar meigo que não nos deixa esquecer que temos cá dentro um coração que deixa sentir que para além da ausência do sentir, temos no peito um coração...temos no peito um coração...


8 comentários :

Marina Linhares disse...

Pura emoção.
Parabéns, Rute. Belíssimo post.

João Menéres disse...

Foi na Cordoaria, Rute, ali pertinho da Torre dos Clérigos, em frente à antiga Cadeia da Relação, onde o Camilo espiou o crime do Amor ?

Um beijo.

Clarice disse...

pois temos Rute... temos um coração e temos amigos , daqueles que num abraço estão logo por perto...logo, e sempre por perto, sempre...

beijo ... e já sabes o tamanho!

Lacorrilha disse...

Ó Rute, que lindo. As fotografias já me tocaram tanto, mas as palavras estão qualquer coisa.
Partilhamos o mesmo amor pelos nossos amigos de quatro patas. É um amor tão especial, não é?
Beijocas

questiuncas disse...

Cada vez mais gosto de por aqui passar e ficar a observar/repousar.
Tristes fotografias e texto - mas eu gosto bastante (afinal sou assim, mais para o negativo).

Remus disse...

Uma fotografia marcante. Tanto pelo conteúdo, que infelizmente começa a ser "corriqueiro" nas nossas cidades, como pela mensagem anexa. As duas fotografias formam um excelente par.

Além disso, parte-me a alma ver o estado desse jardim da Cordoaria, por causa do resultado desastroso do suposto arranjo urbanístico que fizeram a propósito do evento Porto Capital da Cultura 2001. Já lá vão 12 anos, mas continua a ser uma nódoa. Na minha opinião é claro.

Rute disse...

Obrigada MARINA :))


JOÃO

Deve ser, mas eu não consigo associar os nomes aos locais...excepto a Torre dos Clérigos, claro:)


CLARICE

E isso é o mais importante..


LACORRILHA

É um amor muito especial que muita gente não entende...azar o delas. e já percebi que temos muito mais coisas em comum;)


QUESTIUNCAS

Muito obrigada:)
Todas estas 'coisas' fazem parte da vida e não há como contorná-las.


REMUS

Obrigada:) Já fiquei a saber o nome do jardim, mas não pude visitá-lo com tempo por isso não me apercebi bem do estado em que se encontrava. Mas pude ver mais do que uma pessoa assim, deitada num daqueles bancos de pedra...até nos gela a alma...

Muitos beijos e abraços para TODOS:)

mariiana capela fotografia disse...

gostei..muito mesmo.
isto é triste..sempre que vou para a faculdade deparo-me com uma sra que está sempre no mesmo sitio. e infelizmente são cada vez mais..
optimo trabalho rute!

(e os amigos de 4 patas, são dos melhores que temos. falo pela minha, que não há dia que não me dê um beijo de bom dia ou que não me mime como tanto gosto..)