terça-feira, 1 de março de 2011

Destino...


Percorrer
este chão
que me leva
até ao mar
é uma viagem
 de sentido único
desta minha
alma desinquieta
que procura
 tactear
com todo
o corpo
o caminho
para o
infinito...

10 comentários :

Helder Ferreira disse...

Espero então que essa alma descanse e sossegue assim que os pés tocarem no mar, pois o mar tranquiliza todos os que vêm nele as ondas e os sonhos de uma vida passada.. ;)

Boa noite Rute. :)

João Menéres disse...

E que caminho percorres no regresso ?

Quantas vezes o infinito é ao pé da porta de casa...

Lindo, mesmo que não o tacteies.


Um beijo, RUTE.

Arione Torres disse...

Oi, sou Arione. Gostei muito do seu blog, é muito lindo. Parabéns pelo blog. Estou seguindo. Segue o meu?
http://arionetorres.blogspot.com/
Um abraço...

Rute disse...

Helder

Tenho uma enorme paixão pelo mar...há um mundo inteiro de coisas a dizer sobre ele...algumas delas vão ficando por estas bandas, escritas ou fotografadas...

1 beijo :)

Rute disse...

João

Os caminhos que percorro nunca são decididos a longo prazo, a vida tem-me ensinado que não vale a pena! E quando queremos, há sempre caminhos de regresso... E depois há os percursos que se fazem andando e os outros, os da alma...que são bem mais atribulados...
Quanto ao infinito, creio sinceramente que o temos que procurar dentro de nós mesmos, que ainda é mais perto do que 'a porta de casa'...
Já divaguei bastante, João!

1 beijinho :)

Rute disse...

Arione

Obrigada por ter vindo. Volte sempre :))

João Menéres disse...

Então...estamos de acordo, uma vez mais. Não te parece, RUTE ?

O meu > ao pé da porta de casa < é muito primário. Podia ter usado linguagem mais etérea, realmente.


Um beijo.

Rute disse...

João

' Ao pé da porta de casa' está muito bem! Ambos sabemos que há inúmeras maneiras de dizer a mesma coisa.
A propósito disso...aquilo que eu escrevo nem sempre é para ser tomado a sério ou interpretado à letra, porque eu divago muito no meio das palavras e dos seus sentidos, simplesmente porque me dá um prazer enorme faze-lo...sem mais nenhuma intenção...

João, Gosto sempre imenso dos nossos diálogos. Diga SEMPRE!

1 beijinho :)

Remus disse...

Mais uma vez dou-lhe os parabéns.
Um excelente ponto de focagem e composição.
É uma forma muito original de fotografar a praia e o mar.

Rute disse...

Remus

Vou para alí outra vez...vamos ver se o tempo ( e o engenho...) me vai dar a oportunidade de tirar mais umas fotografias...

Obrigada pelos teus comentários :)

1 beijo