domingo, 6 de fevereiro de 2011




Quando souberes que já não podes vir mais...


não chegues a partir e abriga-te em mim

9 comentários :

João Menéres disse...

Umas palavras de um magnífico amor !

Um beijo, RUTE.

Rute disse...

João

...e não será o amor, em todas as suas formas de se expressar, sempre magnífico?...

1 beijo :)

Jamile Alves Fotografias disse...

Você é demais Rute...
Esse blog transmite sentimentos,poesias..
Meus parabéns estou te seguindo,depois conheça o meu! beijos!

Rute disse...

Jamile

Muito obrigada! Ainda bem que gostou deste meu cantinho.
Volte sempre:)

1 beijinho

Remus disse...

Para mim, esta fotografia é provocante (a roçar ao erotismo).
E mais não digo, porque senão ainda vou ser mal interpretado. :-)

Rute disse...

Remus

Ilusão tua...é só uma jovenzinha a olhar distraidamente, na mais pura das inocências, para um qualquer jogo de computador...Foi uma fotografia roubada...

Conclusão ( uma, das possíveis ):
Ainda está por inventar beleza, graça, sensualidade ou erotismo com maior força e 'impacto' que aquelas que surgem da naturalidade e espontaneidade...

1 beijinho :)

Rute disse...

Remus

...esqueci-me de te dizer que de facto eu procurava na imagem que escolhi alguma sensualidade...portanto, chegaste lá ;)

Helder Ferreira disse...

"não chegues a partir e abriga-te em mim"

como o vento no meu cabelo

ou o teu suspiro no meu pensamento

...

:-) sensual, inocente, como um olhar perdido...

Rute disse...

Helder

Gosto muito do que escreve!...

Volte sempre :)