quarta-feira, 30 de junho de 2010

Corre filha, corre...



Corre filha, corre sempre
que eu estarei do lado de cá
à tua espera, de braços abertos
para receber o teu abraço, o teu sorriso
e as tuas lágrimas
Corre mais depressa, filha
corre!

5 comentários :

Clarice disse...

E então se tiver a companhia do filho de uma mãe que eu cá sei (nada de enganos nestes trocadilhos de um filho de, por um filho da:)))... não há praia que lhes chegue!!!
É bom ver crescer assim, não é?

beijo a correr:)

Guida disse...

este fez-me lembrar
corre, Luísa corre, corre a calçada, talvez por influências...

Rute disse...

clarice

É verdade, ver crescer os filhos é uma aventura emocionante. E vê-los crescer felizes é compensador e reconfortante.


bjinhos

Rute disse...

Guida

Tá bem observado, sim senhora ;)

Bjinhos tb para ti

Rute disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.