quinta-feira, 20 de fevereiro de 2014

Nala


Esta é a minha cadela Nala, tem 2 anos e faz parte integrante da família. Já não me consigo imaginar sem a sua presença no meu dia a dia. Faz-me imensa companhia, brinca comigo, pede-me comida, "fala" comigo e consola-me quando estou triste...é um amor e muito mais amiga que muito boa gente!

A nh'a mai nova escreveu um poema sobre a Nala  que acho que fica aqui muito bem. Aqui vai:

NALA...

Eu tenho uma amiga que nunca me abandona
vou sempre com ela à rua
eu sou a sua dona

Ela gosta de toda a gente
até das moscas da cozinha
gosta de brincar
nunca está sozinha

Não me importo que comas ração
que não sejas pessoa
que sejas um cão

Mas sei que és uma boa companheira
um bom cão
ficas comigo ao pé da lareira
és a irmã do meu coração

Rita Talefe (13 anos)



17 comentários :

Lacorrilha disse...

A Nala é um encanto e eu sei bem o que é amar animais. Tenho a casa cheia deles. Dois gatos que parece que voam e uma cadela que se acha gente de tão finória que é.
O poema da tua filha comoveu-me.
Beijinhos

Rui - Olhar d'Ouro disse...

Fantástica foto de uma cadela muito bonita!
Bom fim de semana!

Remus disse...

Como a Nala sabia que era um dia de festa, vestiu-se a rigor com um smoking castanho e gravata "bermelha". E além disso, como sabia que ia aparecer na Internet, até fez pose para a fotografia: ficou quieta, olhou e colocou a língua de fora.
:-)

Parabéns à Nala por aturar essas mulheres todas.
Parabéns à Rute pela fotografia.
Parabéns à "mai nova" Rita pelas palavras. Onde noto que o dom das palavras é uma constante nessa família.

Rute disse...

Lacorrilha

Os teus bichanos são lindos de morrer :)
Vou dizer à Rita que gostaste do poema dela.
Obrigada pelas tuas palavras

Beijinhos

Rute disse...

Rui

A nh'a Nala é mesmo muito bonita...ou não fosse eu a dona dela;)

1 beijo

Rute disse...

Remus

A coleira só podia mesmo ser do Benfica;)
A Rita de facto tb gosta muito de fazer versos, quem sabe não me dá uma ajudinha que ando sem inspiração nenhuma...
Obrigada:)

1 beijinho

S disse...

A Nala é linda e uma sortuda por ter uma família grande e que se preocupa com ela e a ama. Parabéns!

um beijinho

Questiuncas disse...

A Nala é que tem sorte.
Além de uma família que a adora, uma fotografia muito bem tirada, um poema, até o vermelho da gravata está bem (mas só neste caso).

ZEKARLOS disse...

Linda a tua cadela e um poema com muito sentido, parabéns a todas as meninas. Bj

L.Reis disse...

Nem imporra se é Rute, se é Rita ou se é Nala…eu há muit temp que aprendi que tudo o que é Talefe é bom e é bonito! :) E mai nada!

Rute disse...

Sónia

Que bom ver-te por aqui, tens andado desaparecida!
Obrigada pela tua visita e pelas tuas palavras

1 abraço

Rute disse...

Questiuncas

Cá em casa gostamos todas muito dela e os animais retribuem o amor, muitas vezes ainda mais do que as pessoas.
A coleira vermelha, já se sabe...BENFICA;)

1 beijo

Rute disse...

Zekarlos

Muito obrigada pela visita e pelas palavras. As meninas da casa agradecem.

1 beijo

Rute disse...

Lina

...assim fico toda babada...muito, mas muito obrigada pelas tuas palavras.

1 beijinho e 1 abraço :)

Manu disse...

Um retrato fantástico da tua Nala e compreendo o amor que todos têm por ela aí em casa, parecem que falam e sentem se estamos tristes ou alegres. Já tive um cão ..O Rambo, era uma ternura e um dia foi-se, chorei e sofri tanto que nunca mais quis nenhum. Aproveitem bem todos os momentos com ela.
Já vi que tens aí uma menina com veia poética como a mãe :)

Beijinhos Rute

Rute disse...

Manu

Eu nem quero pensar nisso porque já fico angustiada...tb já perdi outros animais quando era pequena e adolescente e é um grande desgosto. Adiante, A Rita tb gosta de escrever versos, qualquer dia começo a encomenda-lhe alguns para pôr aqui na Efémera, já que eu ando sem inspiração nenhuma...

Beijinhos:)

mena disse...

Lindo poema sobre a Nala um animal é sempre leal nos seus afetos.