sábado, 7 de dezembro de 2013

Liberdade



Saudades desta liberdade sem limites...

5 comentários :

Lacorrilha disse...

Ainda acho que sou muito livre. Já sou casada, ainda por cima o tipo é de etnia cigana, mas sou como uma gaivota. Claro que andar assim tão despida como as crianças da fotografia já é demais, mas quem sabe. Desta aqui pode esperar-se tudo. Quando nascer o m primeiro filho, a vamos quem é mais criança, eheh. Beijinhos e bom fim de semana.

Manu disse...

Tempos que não voltam, mas ficam registados na nossa memória e em fotos. Brincadeiras que nos fazem sonhar, sem dúvida. Eu ainda me lembro de brincar à mangueirada com os meus manos, para desespero da minha mãe.

Bom fim de semana
Beijinhos Rute

Clarice disse...

Oh rapariga... não seja por isso, vamos já amanhã para um relvado perto daqui! :)

Remus disse...

A Clarice convidou e espero que a Rute tenha ido.
Agora quero ver as fotografias ou vídeos dessa brincadeira. Quero ver essas duas "malucas" a pular e a saltar por entre os jactos de água. Quero ver essas duas "malucas" a fazer cambalhotas, o pino e a roda. Quero ver essas duas "malucas" correr de braços levantados. Quero ver essas duas "malucas" a rir como a felicidade fosse eterna.
Quero ver isso tudo...

L.Reis disse...

Pronto…a Rute disse a Clarice apoiou e eu amanhã não vou perder o telejornal, porque isto vai ser notícia…ai vai, vai...