domingo, 12 de maio de 2013

Eras cheiro de mar e salvação...

   
         No princípio era o teu silêncio cheio de mar 
           que me chegava ao coração
           não havias ainda inventado 
           as palavras quentes 
           que haveriam de nos elevar 
           à luz do dia e amar na escuridão.
           No princípio lia livros inteiros 
           na claridade sincera dos teus olhos 
           e acreditava na eternidade
           desse verde impossível 
           no princípio eras água límpida 
           com cheiro salgado 
           eu areia da praia cheia de urgência 
           de te sentir chegar deitar 
           fundir comigo nessa imensidão 
           de ternura fascínio e desejo
           no principio éramos o amor 
           com cheiro de mar e de salvação    


10 comentários :

João Menéres disse...

A imagem do mar é lindíssima !

E o poema ?
- Bem...nem me atrevo a qualificá-lo...

...o teu silêncio cheio de mar...

... eu areia da praia cheia de urgência ...


Tudo muito belo, Rute. Parabéns.


Um beijo.

Clarice disse...

Bonito lençol de água...

Marina Linhares disse...

O mar é a minha perdição... caminhar na beira da praia sentindo as ondas nos pés, não tem preço.
Uma imagem que me refrescou a alma, sem contar o poema que é belíssimo.
Bjs.

Lacorrilha disse...

Fotografia encantadora, Rute. E poema ainda mais.
Beijocas

Manu disse...

Este silêncio de mar inventado, com palavras de emoção, este espraiar das ondas, tudo me encantou por aqui.

Beijinhos Rute

Questiuncas disse...

Só agora é que estive a deliciar-me com este post da Rute.
Como já passa da hora do almoço não posso dizer que já ganhei o dia, senão um certo senhor com que a Rute tem umas parcerias ainda se queixa desta forma de ganhar o dia.
Mas que bem que me soube esta sobremesa, soube.

Fábio Martins disse...

Quase que sinto o cheiro a maresia, que óptimo! Bonito registo Rute com um título adequado a 100 por 100to :) beijinhos

Remus disse...

Olho para este ondular e lembro-me que é como dois lençóis sobre uma cama (se é que existe alguma cama com dois lençóis juntos).
As palavras... as eternas palavras... em perfeita harmonia com a fotografia.

Também tenho algumas fotografias deste género/tema para publicar. Quando chegar a hora, é natural que cá venha roubar o poema. Por isso não estranhe. :-P

ZEKARLOS disse...

Tudo está perfeito nesta mensagem. Bjs, gosto disto

Carla Brito disse...

Essa imagem dá vontade de sair a correr para a praia!
Ando cá com uma vontade!!!