domingo, 21 de junho de 2009

Do Meu Sentir Mais Profundo

Do meu sentir mais profundo
do meu olhar mais atento
descubro emoções que não entendo!


Do meu sentir mais profundo
nasceu uma fogueira

às vezes suave lareira
outras vezes porém
um incêndio incontrolável, arrasador

espalha-se em todas as direcções
qual brisa forte do mar

deixo-me queimar, arder
deixo-me ficar porque não sei para onde ir


espero o amainar do calor
espero novamente o crepitar suave da lareira
espero o desfazer da madeira em brasas cintilantes

depois em puras cinzas esvoaçantes
que se elevam no ar, rodopiantes.

E agora já não me deixo ficar
porque agora já sei para onde quero ir


rodopiar e elevar-me no ar
esvoaçar com as cinzas das minhas brasas

e em espiral repousar no Mar
que é o meu destino final

3 comentários :

Lady Godiva disse...

Por isso é que hoje deste um mergulho: o calor do Verão desassossegou-te o coração...
Sente-se que te refrescaste.

beijo

Rute disse...

Lady

O meu coração está sempre desassossegado, qual Livro do Desassossego do grande mestre ;D

1 beijinho

Margarida Faro disse...

Ó Ruuuuuuuuuuuuuuuuuute!
Menina Rute!
...